Última atualização: 2020/07/01

Nota Importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são suscetíveis de alteração, a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizados pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.

 

AVISOS

QUINTA FASE DE DESCONFINAMENTO NA TAILÂNDIA COMEÇOU NO DIA 1 DE JULHO

O Governo Tailandês anunciou novas medidas de desconfinamento que entraram em vigor no dia 1 de julho, começando assim a quinta fase deste processo.

Entre estas medidas (que se continuarão a aplicar seguindo, contudo, regras muito apertadas de segurança, incluindo uso obrigatório de máscara, limite de números de presenças nos espaços e registo através QR code / App “Thai Chana”) destacam-se a abertura de quase todos os estabelecimentos que ainda nao estavam autorizados (clubes diversão noturna, bares, salões de massagens). Podemos dizer que todos os estabelecimentos comerciais e de lazer passam a funcionar quase normalmente mas sujeitos a regras de segurança sanitária.   

- As escolas podem também abrir dentro parâmetros sanitários definidos.

-Mantém-se o estado de emergência no país e todas as fronteiras mantêm-se encerradas, verificando-se contudo alguma flexibilidade para a realização de voos.

- Podem ser autorizadas a entrar na Tailândia as seguintes pessoas, necessitando para efeito de um certificado “fit for fly”, um seguro de saúde que cubra COVID19 no valor de pelo menos 100,000 USD e tendo de cumprir, à sua custa à entrada na Tailândia, quarentena de 14 dias em instalações determinadas por Estado:

. Cônjuges e filhos de tailandeses
. Trabalhadores com autorização de trabalho e suas famílias
. Residentes permanentes
. Estudantes
. Viajantes para tratamento médicos
. Diplomatas

- Apesar de viagens entre províncias serem  permitidas, Governadores das mesmas têm poder para determinar regras mais rígidas para circulação e entrada.

- Mantém-se uma política de distanciamento social e o uso obrigatório de máscara em público.

- Os viajantes e residentes na Tailândia deverão estar atentos e cumprir as instruções destas autoridades, bem como seguir as notícias nesta comunicação social.

- Apesar desta flexibilidade, se tem um bilhete num voo comercial a sair durante estes  dias da Tailândia, por favor contacte a sua companhia aérea para o confirmar.

- Mantém-se a decisão do  Governo da Tailândia em alargar automaticamente a validade de todos os tipos de visto que tenham expirado a partir de 26 de março até ao dia 31 de Julho.

- Se o prazo do seu visto terminou no dia 25 de março ou antes, deverá ter já efetuado o prolongamento do visto para poder ver o seu prazo prorrogado agora de forma automática até ao final de Julho.

- Os estrangeiros que estão na Tailândia há mais de 90 dias e que deviam submeter uma notificação de residência a partir do dia 26 de março, têm este prazo alargado até ao final de Julho.

- Os estrangeiros com residência na Tailândia, que se encontrem neste momento fora deste país, podem regressar sem perder o estatuto de residência, mesmo que sejam forçados a estar fora da Tailândia durante mais de um ano.

Em caso de sintomas COVID19 deverá telefonar-se para a hotline 1142.

Os viajantes devem consultar as recomendações do Ministério da Saúde Pública da Tailândia (www.moph.or.th)

 

(outros)

Condições de segurança 

Por motivos de segurança, desaconselham-se todas as deslocações não essenciais às províncias de Songkla, Pattani, Yala e Narathiwat.

Casos de dengue

Têm sido recentemente registados casos de vírus Dengue na Tailândia. Os viajantes devem tomar medidas de prevenção contra a picada de mosquitos, especialmente durante o dia. Se está grávida ou planeia uma gravidez e pretende viajar para a Tailândia, deverá previamente consultar um médico para obter informações sobre as possíveis implicações das infeções causadas por este vírus e respectivas recomendações médicas.

Número da Embaixada de Portugal em Banguecoque, tel: 00 66(0)22342123, funciona como número de emergência consular a qualquer hora do dia ou da noite, devendo evitar-se o uso do mesmo para assuntos que não sejam urgentes.

  • Partilhe