Regime de vistos

Não é necessário visto para estadias até 30 dias (chegada por via aérea) ou 15 dias (chegada por via terrestre).

Os passaportes deverão ter validade superior a 6 meses, acrescidos do tempo de viagem, pois dela depende a concessão de autorização de permanência no país nos aeroportos de chegada ou de trânsito.

Última atualização: 2019-03-11

Nota Importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são suscetíveis de alteração, a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizados pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.

Avisos

1. São desaconselhadas todas as deslocações não essenciais às províncias de Songkla, Pattani, Yala e Narathiwat.

2. Têm sido recentemente registados casos de vírus Dengue na Tailândia. Os viajantes devem tomar medidas de prevenção contra a picada de mosquitos, especialmente durante o dia. Se está grávida ou planeia uma gravidez e pretende viajar para a Tailândia, deverá previamente consultar um médico para obter informações sobre as possíveis implicações das infeções causadas por este vírus e respectivas recomendações médicas.

Número da Embaixada de Portugal em Banguecoque, tel: 00 66(0)22342123, funciona como número de emergência consular a qualquer hora do dia ou da noite, devendo evitar-se o uso do mesmo para assuntos que não sejam urgentes.

Informação Geral

O Reino da Tailândia é governado por uma monarquia constitucional. Está localizado no Sudeste Asiático e a sua capital e maior cidade é Banguecoque. Possui uma população estimada em cerca de 69 milhões de habitantes e os principais destinos turísticos do país são Banguecoque, Chiang Mai, Chiang Rai, Pattaya, Ayuthaya, Ko Samui, Phuket, Krabi e Ilhas Phi Phi.

O Reino da Tailândia é uma nação com uma longa história e os tailandeses sentem muito orgulho dela e das suas raízes, como é o fato de nunca terem sido colonizados por uma potência europeia.

Na história tailandesa, Portugal recebe posição de destaque, uma vez que foi o primeiro país europeu a estabelecer relações com o então Reino do Sião em 1511. Em 1518 firmaram um Pacto de Amizade e Comércio, o primeiro entendimento deste género entre o Reino do Sião e um país Ocidental, celebrando-se em 2018 o 500º aniversário deste Pacto.

A Embaixada de Portugal em Banguecoque também merece destaque pois foi a primeira Embaixada de um país europeu na Tailândia.

As influências portuguesas na Tailândia são notórias, desde alguns nomes a algumas especiarias e doces, bem como através da presença de igrejas católicas neste país de maioria budista. Em Banguecoque há inclusivamente algumas comunidades de luso-descendentes localizadas nos bairros de Kudichin, onde há também um museu dedicado à história da presença portuguesa na Tailândia, o Museu Baab Kudichin, e de Nossa Senhora da Conceição.

Clima

O clima, sem corresponder às estações do ano em Portugal e salvo nalgumas regiões ao norte (casos de Chiang Mai ou Chiang Rai), é de caráter sub-tropical, em geral com muito elevada taxa de humidade atmosférica que, em Bangkok, chega frequentemente perto da saturação. A pluviosidade nas regiões centrais e do sul é, contudo, menos intensa que noutras latitudes do Sudeste Asiático.

Em Banguecoque não ocorre monção. Entre Novembro e Fevereiro, a humidade atmosférica e a temperatura (que, nos meses de Dezembro e Janeiro, se situa entre os 25º c e 30º c), são as mais moderadas do ano. De Março a Junho, o clima é quente e chuvoso, registando-se nos meses de Abril e Maio (os mais quentes do ano) temperaturas entre os 35º c e 40º c. De Julho a Outubro, com maior pluviosidade, a temperatura média de alguns dias pode ainda subir acima de 30º c, sendo o calor mais sentido por efeito do aumento da humidade relativa. Nas regiões do centro e norte, Setembro é o mês mais húmido, com uma precipitação média de 305 mm, e no sul, o mês de Dezembro, com uma precipitação média de 400 mm. 

Línguas

A língua oficial é o Tailandês (“Thai”).

O Inglês também é falado, com frequência e fluência variáveis, na comunicação com estrangeiros, devendo, porém, atender-se a que, salvo nos centros urbanos e locais de maior afluência turística, grande parte da população tailandesa não o fala ou entende, ou dele tem conhecimento deficiente, incluindo muitos empregados de estabelecimentos comerciais.

As artérias de Banguecoque e dos outros principais centros urbanos do país, rodovias, caminhos-de-ferro, aeroportos, grandes edifícios de habitação e serviços, estão satisfatoriamente sinalizados também em Inglês.

Dever-se-á ter presente, no entanto, quando não é usada a língua inglesa, que a escrita “Thai” emprega o seu próprio alfabeto, de caracteres inteiramente diversos do nosso (latino ou romano). Nas placas de sinalização, a numeração é, todavia, indicada frequentemente em algarismos árabes. A menção do ano (mas não a dos meses, que segue sempre o calendário ocidental) aparece frequentemente segundo a era de Buda (B. E.) – 543 anos mais antiga que a de Cristo (A. D.) -, mas, quando assim é, quase sempre acompanhada pela indicação do mesmo ano na era de Cristo.

Moeda local / sistema bancário

A moeda nacional é o Baht (THB).

Para apurar a taxa de câmbio consultar: http://www.bportugal.pt/.

Antes de viajar, consulte o seu banco e confirme se o seu cartão de débito electrónico é válido nas caixas automáticas de levantamento de dinheiro – ATM – ou o valor das comissões cobradas sobre cartões emitidos no estrangeiro.

Os principais cartões de crédito – Visa, MasterCard, etc. – são aceites na generalidade dos hotéis, bem como nos mais importantes estabelecimentos comerciais (lojas e restaurantes), mas não em todos os supermercados e raramente em lojas secundárias, sobretudo fora dos grandes centros urbanos.

  • Partilhe