Portal das Comunidades Portuguesas

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Sudão

 

Última atualização: 2017-02-23

 
Nota importante
 
As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são susceptíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.
 

AVISO

Desaconselham-se as viagens às zonas fronteiriças do Sudão com a Líbia, o Chade, a República Centro Africana, o Sudão do Sul e a Etiópia, em todos os cinco Estados federados do Darfur.

No restante território serão de aconselhar as habituais cautelas. Agradece-se aos cidadãos portugueses que viagem para o Sudão que efetuem o seu registo no portal das Comunidades, assim como aos portugueses residentes no Sudão que efetuem o seu registo junto da embaixada.

A situação no centro de Cartum oferece, de momento, condições suficientes de segurança, ainda que se aconselhe a habitual cautela.

 

 

Informação Geral

Clima

O clima no Sudão é muito variável, de seco a tropical. Na capital, Cartum, a estação quente vai desde Abril a Outubro (chuvas de Julho a Setembro). As chuvas podem tornar as estradas intransitáveis, sobretudo na província.

Língua

A língua oficial é o árabe. Existem também dialectos locais. O inglês é limitado a locais frequentados por estrangeiros.

Moeda local / sistema bancário

A moeda local é a Libra Sudanesa (SDG). No multibanco é possível levantar 2000 SGD/Dia. 

Regime de entrada e estada

É obrigatório o visto de entrada no Sudão, não sendo possível obtê-lo à entrada do país. 

Condições de segurança

Apenas Cartum e Port Sudan oferecem condições de segurança relativamente aceitáveis. São desaconselhadas as deslocações não indispensáveis às outras regiões e desaconselhadas quaisquer deslocações aos cinco Estados Federados do Darfur.

Transportes

Transporte aéreo

Os voos internacionais cumprem as regras de segurança habituais. Em relação aos voos domésticos, a companhia nacional “Sudan airways” tem registado diversas avarias nos seus aviões levando a atrasos nos voos, por vezes, de vários dias. Igualmente, os ventos de areia (entre Março e Junho) poderão eventualmente perturbar o tráfico aéreo.

Transporte rodoviário

Fora de Cartum existem estradas em estado razoável mas aconselha-se que as viagens incluam um guia local com experiência na área. Muitas das estradas no sul tornam-se inacessíveis durante a estação das chuvas (de Julho a Outubro).

 Segurança rodoviária

À noite as ruas e estradas não estão iluminadas. Aconselha-se cautela quando conduzir devido à circulação, para além dos veículos motorizados, de pessoas, cavalos, rikshaws, camelos, etc. Deverá manter as janelas fechadas e trancadas. Embora seja obrigatória a carta de condução e o seguro automóvel, muitos condutores não os têm. Deverá fazer um seguro que inclua o prémio “blood money” em caso de acidente que envolva uma terceira parte. Muitas empresas e organismos internacionais proíbem o seu pessoal de viajar por motivos de segurança. 

Cuidados de saúde

As infraestruturas de saúde são muito insuficientes fora da Capital.

Aconselha-se a vacinação contra as seguintes doenças: difteria, tétano, polio, hepatite A e B, meningite e febre tifóide. Aconselha-se ainda a profilaxia contra a malária.

A raiva existe de forma endémica no Sudão. Recomenda-se que se mantenha afastado dos cães e gatos, mesmo dos animais com dono.

Deverá consultar o seu médico antes de viajar, sendo aconselhável a realização de um seguro de saúde que cubra todas as despesas médicas, incluindo repatriamento explicitamente a partir do Sudão. 

Telecomunicações

As telecomunicações funcionam de forma satisfatória. Existem cartões pré-comprados para as cabines que se encontram nas cidades. Os telemóveis portugueses podem ser utilizados, mediante roaming. 

Informações úteis

Convém respeitar a sensibilidade dos habitantes do Sudão, país muçulmano, sobretudo ao nível do vestuário e dos comportamentos.

É proibido tirar fotografias a edifícios militares, governamentais e aeroportos.

O uso e posse de estupefacientes é ilegal, dando origem a penas de prisão. O ingresso e consumo de álcool são proibidos.

Não existe representação diplomática portuguesa no Sudão sendo os assuntos deste país acompanhados pela Embaixada de Portugal no Cairo:

Embaixada de Portugal no Cairo

- Tel. (00 20) 2273 50779/81

- Fax: (00 20) 2273 50799/90

- e-mail: cairo@mne.pt

- Encarregado da Secção Consular: Dr. Salvador Pinto da França (0020) 1068511611

- Horário de Atendimento: de Domingo a quinta-feira, das 8h00 às 15h00

 

Posto honorário de Portugal no Sudão

Consulado Honorário em Khartoum

- Cônsul honorário: Abdel Hamid Gibreel

- Telefone: +(249) 912907222

- Fax: +(249) 118 378 94 38

- Email: hgibreel@yahoo.com

Representação Diplomática: Embaixada de Portugal no Cairo

Representações estrangeiras (diplomáticas e consulares) em Portugal - http://www.mne.gov.pt/mne/pt/ministerio/CorpoDiplomatico/

 

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail