Última atualização:  18/02/2020
Nota importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são susceptíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.

Avisos

Coronavírus COVID-19 (Atualizado a 18/02/2020)

Na sequência do surto de pneumonia provocado por um novo coronavírus (COVID-19), recomenda-se prudência nas deslocações aos países que se encontram geograficamente próximos da China. Os viajantes devem seguir as recomendações das Direção-Geral da Saúde (DGS), da Organização Mundial da Saúde (OMS) e das autoridades de saúde locais. Recomenda-se ainda a leitura atenta do aviso dedicado a este tema.

* Caso ache que foi exposto ao vírus ou tenha sintomas que possam indicar que se encontra afetado, deverá dirigir-se ao Sukraraj Infectious and Tropical Disease Hospital em Teku, Kathmandu, Hospital que foi designado pelo Governo nepalês para avaliar casos de possível contágio. Caso se encontre em regiões mais remotas do Nepal, sugerimos que contacte as autoridades locais para saber como proceder.

 Outros

Os Cidadãos nacionais em turismo na Índia que pretendam visitar o Nepal e reentrar na Índia pela fronteira terrestre (autocarro, carro particular, a pé), devem ter especial cuidado para mostrar o seu passaporte, com o visto válido a permitir a nova entrada na Índia, aos agentes de fronteiras indianos. Não devem reentrar na Índia sem ser aposto no passaporte um carimbo das autoridades da Índia com a data de reentrada na Índia. Por não ser necessário visto para nepaleses visitarem a Índia, as autoridades indianas nem sempre confirmam os passaportes de quem entra pela fronteira terrestre, devendo assim os viajantes nesta situação insistir para que as autoridades indianas lhes verifiquem os passaportes e coloquem o carimbo de entrada na Índia, sem o qual não será possível nova saída do país sem regularização junto do Serviço de Imigração indiano (FRRO), mediante o pagamento de uma multa por entrada ilegal na Índia.

Devido ao forte terramoto que abalou o Nepal no dia 25 de Abril de 2015, as infraestruturas turística e de transportes foram severamente atingidas. As zonas mais afetadas rodeiam a capital Katmandu, onde a destruição foi extensa e os acessos continuam difíceis.

Se pratica montanhismo, sugere-se que contrate um seguro de viagem que cubra emergências resultantes da prática da referida atividade.

Aconselha-se que todos os viajantes para o Nepal registem as suas deslocações na aplicação Registo Viajante e entrem em contacto com a Embaixada de Portugal em Nova Deli (0091 1146071001 email: consular@portugal-india.com), informando as datas e os planos de viagem, como medida de precaução.

 

  • Partilhe