Portal das Comunidades Portuguesas

Ministério dos Negócios Estrangeiros

México

 
 
Última atualização:  2016-06-21
 
 
Nota importante
 
As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são susceptíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.
 
 
Aviso
 
Desaconselham-se viagens não essenciais a:
- Ciudad Juárez e arredores (Estado de Chihuahua). Não é aconselhável visitar esta cidade em nenhum caso. Caso a deslocação se afigure necessária, recomenda-se, na medida do possível, ficar alojado na cidade de El Paso, Texas (EUA) e passar a fronteira as vezes necessárias;
- povoações existentes a Sul do Valle del Río Bravo, a faixa fronteiriça com o Texas, do Estado de Tamaulipas (entre Nuevo Laredo e Playa Bagdad), as ligações por estrada destas entre si e com a cidade de Monterrey, assim como a área de San Fernando e a de Burgos. Caso se revele imprescindível a deslocação, procure alojamento na própria cidade de Monterrey, junto ao lado norte-americano da fronteira (Laredo, McAllen, Brownsville);
- Ciudad Victoria, Tamaulipas;
- Tampico (cidade e área metropolitana) em Tamaulipas, e as suas ligações a Ciudad Mante e à “Huasteca potosina”;
- áreas montanhosas do Estado de Guerrero, na costa do Pacífico.
 
 

Informação Geral

 
O México (designação oficial Estados Unidos Mexicanos) faz fronteira com o Mar das Caraíbas e o Golfo do México, Belize (250 Km), Estados Unidos da América (3141 Km), o Oceano Pacífico e a Guatemala (962 Km). O México é o 14.º maior país em superfície (1964375 Km2), o 11º em população (cerca de 117 milhões de habitantes) e existem três fusos horários no país. Segundo a Organização Mundial de Turismo, o México é o principal destino turístico da América Latina e o 10.º mais visitado no mundo. Tal deve-se, em grande parte, ao facto de o México ter 31 lugares culturais e naturais classificados pela UNESCO como Património da Humanidade. 
 
Politicamente, o México é uma República democrática, representativa e federal, composta por 31 Estados e um Distrito Federal, onde se encontra situada a capital, Cidade do México (também chamada “México DF”). Apesar do seu vasto território, são três as principais cidades mexicanas onde se concentra a maior atividade económica e política do país. A capital constitui a maior cidade, com mais de 20 milhões de habitantes. 
 
Clima
 
O México é um dos países com maior diversidade de climas no mundo, desde o norte, quase desértico, até ao sul. Na Cidade e no Vale do México, regiões de planalto, o clima é seco e frio durante o inverno. De maio a setembro torna-se moderadamente quente e húmido. Na costa, o clima é quente e húmido, quase todo o ano. 
 
O serviço meteorológico mexicano dispõe de informação atualizada sobre todo o território. É possível antecipar o surgimento de possíveis tempestades tropicais, consultando a seguinte página: http://smn.cna.gob.mx
 
Na Cidade do México, verificam-se frequentemente elevados índices de poluição atmosférica (http://www.sma.df.gob.mx/). A capital encontra-se a cerca de 2300 metros de altitude, o que pode afetar pessoas com problemas respiratórios.
 
Línguas
 
A maioria dos habitantes tem como língua materna o espanhol, que o Estado reconhece como língua oficial, juntamente com 67 línguas indígenas. Em algumas áreas também é falado o inglês.
 
Moeda local / sistema bancário
 
A moeda local é o peso mexicano. Para calcular o câmbio, consulte a página electrónica do Banco de México na Internet:www.banxico.org.mx. O câmbio de euros ou dólares a pesos mexicanos pode ser realizado em bancos e agências de câmbio e hotéis. As casas de câmbio costumam oferecer melhores taxas do que os bancos e os hotéis. 
 
Aceitam-se todos os cartões de crédito (Visa, MasterCard, American Express) em quase todos os hotéis, restaurantes e estabelecimentos comerciais, assim como a maioria dos cartões de débito. É possível usar os ATMs para levantar dinheiro com cartões portugueses (sistemas  Cirruse Visa).
 
Os viajantes podem entrar no México trazendo o montante máximo equivalente a 10.000 dólares ou cheques de viagem, sem obrigação de declarar.
 
 

Regime de entrada e estada 

 
Para viajar para o México é necessário apresentar um passaporte português com validade superior a seis meses à data de entrada no México e o bilhete de avião de ida e regresso (impresso).
 
A legislação mexicana reconhece a dupla nacionalidade, mas os viajantes que a tenham devem ser portadadores, no México, do seu passaporte mexicano uma vez que, quando solicitado, devem fazer prova da nacionalidade mexicana e identificarem-se como tal.
 
 
O Governo mexicano facilitará agora a entrada em território nacional na condição de estadia de visitante sem autorização para realizar actividades remuneradas aos estrangeiros titulares de:
- Visto válido e vigente para Canadá, EUA, Japão, Reino Unido e países Schengen (ampliação desta disposição entrou em vigor passado 18 maio)
- Documenmto que acredite a residência permanente no Canadá, EUA, Japão, Reino Unido e países Schengen ou países membros da Aliança do Pacífico (ampliação desta medida entrará em vigor a 1 de julho)
 
Nova legislação em:
 
 
Vistos
 
O cidadão português que viaje ao México por motivos de turismo não necessita de visto. Contudo, alerta-se para a necessidade de contar com passaporte português, com validade mínima de seis meses à data de saída do México e deverão também preencher o formulário migratório correspondente “FMT”. Este documento, que é gratuito, pode ser obtido nos pontos de entrada no território mexicano, nos postos migratórios, ou através das companhias aéreas. Para mais dúvidas consultar:http://embamex.sre.gob.mx/portugal/index.php/informacion-para-turistas-portugueses.
 
Alerta-se, também, para a necessidade de o passaporte português ter validade mínima de seis meses à data de saída de outros países da América Central, para os quais o cidadão português pretenda viajar.
 
No dia 9 de novembro de 2012 entrou em vigor o novo Regulamento da Lei de Migração mexicana (recomenda-se a consulta do ponto 2 infrae da página do Instituto Nacional de Migração do México – http://www.inm.gob.mx/) que introduz novos aspetos importantes:
 
- para poderem sair do México, os  menores que viajem sozinhos ou acompanhados por um terceiro distinto dos seus pais ou tutores deverão apresentar à sua saída um documento outorgado por notário ou por autoridade que tenha a faculdade para tal, no qual conste a autorização de ambos pais ou daqueles que exerçam as responsabilidades parentais ou tutela. Quando se trate de um documento outorgado no estrangeiro, deverá ser legalizado ou apostilhado, consoante o caso, acompanhado da respetiva tradução para espanhol;
 
- deixou de ser possível alterar o estatuto de “visitante” (turista) para o de “residente temporário” com autorização para trabalhar durante uma mesma estada no México. Ou seja, se se entra como turista, será necessário abandonar o país e efetuar o pedido de autorização para trabalhar junto de um Consulado do México no estrangeiro, após o empregador (que realiza a proposta de trabalho) dar início ao processo junto do Instituto Nacional de Migração no México;
 
- não é permitido entrar no México sem visto, a menos que o objeto da viagem seja: i) turismo ou férias (estatuto de “visitante”, sem autorização para realizar atividades remuneradas); ou ii) - entrada como pessoal técnico ou executivo com pagamento de remuneração no estrangeiro. Esta categoria permite a entrada no país sem visto para realizar uma atividade profissional de curta duração desde que o cidadão em causa esteja empregado e seja remunerado fora do México e possa comprová-lo à sua entrada no país, quando solicitado pelos agentes de imigração. Por exemplo, tal seria o caso de um trabalhador de uma empresa portuguesa, pago em Portugal, que viajasse ao México para negociar um contrato com empresas mexicanas, para colaborar na construção de uma fábrica na qual a empresa portuguesa empregadora tivesse investido, etc. Em ambos os casos, a entrada no México é feita com o estatuto de “visitante sem autorização para realizar atividades remuneradas”, com um limite máximo de permanência no México de 180 dias;
 
- Para realizar atividades remuneradas no México, é sempre necessário obter previamente o correspondente visto.
 
Se pretende deslocar-se ao México por motivo distinto do estritamente turístico (como trabalho, adoção, estudos, etc.), é recomendável que se informe previamente junto da Embaixada do México em Portugal sobre os requisitos de entrada no país e que, caso necessário, solicite o correspondente visto antes de viajar. Pode, igualmente, consultar o acervo legal atual e os requisitos de entrada e permanência no país na seguinte página web: www.inm.gob.mx.
 
IMPORTANTE:
 
Registam-se casos de inadmissão de cidadãos portugueses nos aeroportos mexicanos (a pessoa é retida e obrigada a regressar no primeiro voo disponível, com a mesma companhia aérea na qual viajou), por as autoridades mexicanas considerarem não provado o motivo turístico da viagem. Assim, se viaja sem visto, por motivo de turismo ou férias, deve estar em condições de provar, à chegada ao aeroporto:
 
- o(s) local(is) onde ficará alojado ao logo de toda a sua estada (se ficar alojado num hotel, é recomendável levar a correspondente reserva em papel, impressa; se ficar alojado em casa de um amigo ou familiar, deve saber exatamente a morada dessa mesma casa, mencioná-la no “formulário migratório” entregue no avião antes da sua chegada, e o nome completo e número telefónico da pessoa que convida);
 
- a sua solvência económica, isto é, provas de que dispõe de meios económicos suficientes para suportar a sua estada prevista no México;
 
- o bilhete de avião de regresso a Portugal (impresso).
 
À entrada no país, o turista deve preencher um formulário denominado “Forma Migratoria Múltiple”, composto por duas partes. O lado direito do documento é devolvido ao cidadão estrangeiro pelo funcionário que efetua o controlo de passaportes à entrada e deve ser apresentado juntamente com o passaporte à saída do país, pelo que é absolutamente necessário conservá-lo. A perda da “Forma Migratoria” deve ser denunciada junto de uma agência do Ministério Público mexicano. A apresentação da “Forma Migratoria”, ou da denúncia por roubo ou extravio da mesma, ser-lhe-á exigida antes de abandonar o país.
 
A Constituição mexicana proíbe os estrangeiros de se imiscuírem na política nacional, pelo que qualquer atividade de carácter político pode resultar na detenção e expulsão do país. Esta recomendação é válida para todo o país, em especial aos estados de Oaxaca e Chiapas.
 
Os cidadãos portugueses que se desloquem ao México com o intuito de participar na realização de funções de observação em matéria de direitos humanos deverão respeitar escrupulosamente os requisitos previstos na legislação desse país, obtendo, previamente à sua entrada no México, nas Embaixadas ou Consulados do México no estrangeiro, o estatuto migratório de “Visitante Observador de Direitos Humanos”. Para mais informação, consulte a página: http://www.inm.gob.mx/index.php?page/tramites.
 
Qualquer infração à Lei da Imigração, incluindo a realização de atividades incompatíveis com o estatuto migratório concedido ou a permanência no México como turista por mais dos 180 dias autorizados, pode originar uma “retenção” do cidadão em causa num posto migratório e a sua expulsão do país.
 
Os cidadãos que pretendem viajar para o México com o intuito de realizar trâmites de adoção devem solicitar perante à Embaixada do México ou a um Consulado mexicano um "visto de visitante para realizar trâmites de adoção".
 
Nota: os vistos devem ser trocados, após a chegada ao México, pelo documento migratório correspondente, junto do Instituto Nacional de Migração mexicano. Informe-se junto deste Instituto sobre o procedimento a seguir para realizar aquela troca.
 
A Embaixada do México em Lisboa é a fonte de informação mais exata e atualizada no que respeita às normas mexicanas sobre os vistos específicos exigidos para realizar alguma atividade naquele país.
 
Recomenda-se aos cidadãos portugueses que pretendam viajar aos EUA a partir do México, que consultem a página da Embaixada deste país na Cidade do México - http://mexico.usembassy.gov/. Recorda-se que os portadores de passaporte eletrónico português (PEP) deverão obter previamente a devida autorização de viagem para os EUA, nomeadamente o ESTA que pode ser acedido através da páginahttps://esta.cbp.dhs.gov; Os portadores de passaporte português não eletrónico que pretendam viajar para os EUA deverão obter previamente um visto para o efeito.
 
Os cidadãos portugueses devem levar o Bilhete de Identidade. ou Cartão do Cidadão válido, indispensável à emissão/renovação do passaporte português, em caso de roubo ou extravio destePorém, deverão deixar o BI / CC no cofre do hotel.
 
 

Condições de segurança

 
O México tem um problema de segurança, com elevada incidência da criminalidade relacionada com os raptos, a extorsão e os assaltos na via pública e nos transportes públicos. Apesar de os turistas estrangeiros raramente serem vítimas de raptos ou extorsões, podem sê-lo de assaltos ou roubos.
 
Assim, é recomendável tomar as devidas precauções, designadamente:
- evitar ostentar sinais exteriores de riqueza;
- evitar mostrar em público documentos, cartões de crédito ou dinheiro em numerário, telemóveis ou máquinas fotográficas de valor elevado;
- não ser portador de elevadas quantias de dinheiro ou cartões de crédito prescindíveis;
- evitar, dentro do possível, a utilização de caixas automáticas demasiado expostas (preferir caixas no interior de centros comerciais e supermercados);
- para os residentes, obter referências dos prestadores de serviços domésticos e outros empregados;
- nas áreas de alto risco, mudar frequentemente as rotas/caminhos nas deslocações habituais;
- prestar atenção constante ao meio no qual se desloca e às pessoas com as quais se cruza na rua;
- identificar se há pessoas que se encontrem habitualmente no trajeto ou se há alguém ou algo não habitual que chame a atenção por algum motivo;
- não entrar nem sair de casa ou do hotel sem examinar antes a entrada e quem lá esteja;
- conduzir veículos que não sejam chamativos;
- nas áreas de alto risco, evitar, na medida do possível, a utilização de veículos todo-o-terreno nos espaços urbanos;
- no caso de tentativa de roubo do veículo, não opor nenhuma resistência;
- no caso de a circulação rodoviária se revelar impossível, devido a bloqueios da via pública por criminosos, manter a calma, não opor resistência aos criminosos e evitar realizar chamadas telefónicos quando esteja visivelmente exposto;
- no caso de se encontrar no meio de um tiroteio, deve deitar-se no chão e manter-se imóvel, com as mãos visíveis, até que termine (se se encontra dentro do veículo e existe a possibilidade de o estacionar à margem da via pública, é recomendável que se esconda dentro do mesmo, sem sair, procurando proteger a cabeça);
- não adotar nenhuma atitude que possa fazer pensar aos participantes no tiroteio que é portador de uma arma;
- não se envolver em casos de legalidade duvidosa evitando, assim, situações de extorsão, rapto ou agressão de todo o tipo;
- no caso de receber chamadas telefónicas ameaçadoras, não deve manter a conversa, nem dar qualquer dado, devendo desligar o telefone o mais imediatamente possível (tente memorizar o número de telefone do qual recebeu a chamada e informe a Embaixada, ou o Consulado honorário da área correspondente, sobre o sucedido).
 
Recomenda-se também que, após pagar com cartões de crédito, verifique atentamente os correspondentes extratos bancários, atendendo ao grande número de casos de clonagem de cartões.
 
Nas praias(do Pacífico como das Caraíbas e Golfo do México) não é recomendável tomar banho em zonas solitárias, devendo respeitar-se as indicações de das bandeiras sobre o estado do mar.
 
Situação na Cidade do México:
 
A Cidade do México não é especialmente afetada pelo tráfico de droga e a criminalidade organizada, mas apresenta um nível relativamente elevado de insegurança para o cidadão, pelo que é conveniente estar sempre alerta. Nem todas as colónias (“bairros”) da cidade apresentam os mesmos problemas de segurança. Apesar de se poder visitar o centro histórico, deve adotar medidas de precaução, evitando caminhos distintos dos trajetos habituais. Registam-se algumas agressões e roubos a turistas em autocarros que realizam o percurso entre a Cidade do México e as Pirâmides de Teotihuacán. Não é aconselhável conduzir sozinho na Cidade do México à noite se não conhece bem a cidade. É recomendável a utilização de GPS, dada a dimensão e complexidade da cidade. Deve tomar precauções relativamente ao uso de transportes públicos, incluindo o metro, “microbuses” e táxis (ver capítulo “transportes”).
 
Áreas do país mais seguras:
 
Em geral, as áreas turísticas mais importantes do país, à exceção de Acapulco (Estado de Guerrero), não apresentam, até ao momento, problemas de segurança, desde que se permaneça nos circuitos turísticos e que se sigam as normas de elementar prudência. As áreas seguras, estão, em geral:
- no Sul: os Estados de Campeche; Chiapas (com as devidas precauções), Quintana Roo (Cancún), Tabasco, Yucatán (Rivera Maya) e Oaxaca (com as devidas precauções);
- na costa do Pacífico: Estados de Baja California Norte (com a exceção de Tijuana e arredores), Baja California Sur (Los Cabos, La Paz, Loreto, etc) e Mar de Cortés, Jalisco (Puerto Vallarta), e Nayarit (Nuevo Vallarta);
- no centro do país: Estados de Aguascalientes, Guanajuato, Estado de México, Hidalgo, Puebla, Querétaro, Tlaxcala. 
 
Áreas de risco a evitar:
 
Desaconselham-se viagens não essenciais a:
- Ciudad Juárez e arredores (Estado de Chihuahua). Não é aconselhável visitar esta cidade em nenhum caso. Caso a deslocação se afigure necessária, recomenda-se, na medida do possível, ficar alojado na cidade de El Paso, Texas (EUA) e passar a fronteira as vezes necessárias;
- povoações existentes a Sul do Valle del Río Bravo, a faixa fronteiriça com o Texas, do Estado de Tamaulipas (entre Nuevo Laredo e Playa Bagdad), as ligações por estrada destas entre si e com a cidade de Monterrey, assim como a área de San Fernando e a de Burgos. Caso se revele imprescindível a deslocação, procure alojamento na própria cidade de Monterrey, junto ao lado norte-americano da fronteira (Laredo, McAllen, Brownsville);
- Ciudad Victoria, Tamaulipas;
- Tampico (cidade e área metropolitana) em Tamaulipas, e as suas ligações a Ciudad Mante e à “Huasteca potosina”;
- áreas montanhosas do Estado de Guerrero, na costa do Pacífico.
 
Outras áreas de alto risco:
- áreas limítrofes e de montanha (Sierra Madre Occidental) dos Estados de Chihuahua, Durango, Sinaloa e Sonora. A Barranca del Cobre, situada no enclave entre Chihuahua e Sinaloa, pode ser visitada, mas é conveniente ater-se exclusivamente ao percurso turístico;
- na área metropolitana de Monterrey (Estado de Nuevo León), os municípios de Santiago, Juárez, Cadereyta, Salinas Victoria, Escobedo, Apodaca, San Nicolás de los Garza, Guadalupe, Santa Catarina e García, assim como os setores Cumbres, Norte e Sul do município de Monterrey. Apenas deve viajar para esses municípios de dia ou a caminho de outros destinos. No trajeto entre o aeroporto e a cidade, deve utilizar a autoestrada de portagem (“cuota”/“peaje”) de dia; caso faça o trajeto de noite, deve optar preferencialmente pela Avenida Miguel Alemán, que atravessa Apodaca, San Nicolás, Guadalupe e Monterrey;
- as áreas rurais dos Estados de Tamaulipas, Nuevo León, a comarca de La Laguna (entre Coahuila e Durango), Coahuila, Chihuahua, Durango, e Sonora, os municípios “laguneros” de Torreón e Parras, Coahuila ou Gómez Palacio e Cd. Lerdo, Durango;
- estados de Michoacán e Veracruz onde se tem verificado uma intensificação das atividades de grupos criminosos ligados ao tráfico de drogas. Evitar a estrada de Colima a Lazaro Cardenas (Estado de Michoacán);
- em Acapulco, a criminalidade organizada tem protagonizado incidentes violentos, embora, até ao momento, sem afetar turistas estrangeiros ou lugares frequentados por estes. Em todo o caso, recomenda-se a adoção de medidas de precaução.
 
Em todas estas áreas e em qualquer deslocação feita para fora dos núcleos urbanos ou de maior afluência turística, deverão sempre ser solicitadas orientações ou, se for o caso, autorização das autoridades competentes, evitando sempre as deslocações nocturnas. Nos Estados fronteiriços, estas advertências deverão ser escrupulosamente observadas. Recomenda-se contactar a Embaixada ou o Consulado Honorário português mais próximo, telefonicamente ou através de email, a fim de solicitar esclarecimentos ou conselhos.
 
Nas deslocações terrestres rurais ou urbanas, é possível encontrar controles de estrada, geralmente levados a cabo pelo Exército. Recomenda-se aos cidadãos portugueses prestar a máxima colaboração às autoridades mexicanas, respondendo a todas as perguntas colocadas e manifestando claramente a condição de cidadãos portugueses. Infelizmente, é também possível encontrar bloqueios de estradas realizados por grupos criminosos, particularmente no norte do país. Nestas circunstâncias, haverá que agir com muita prudência, não fugir nem acelerar, e parar o carro, caso lhes seja pedido para o fazer. As probabilidades de seguir caminho sem problemas são maiores ao mostrar cooperação. Caso viaje em veículo blindado, nunca deve parar e, caso o faça, não deve abrir janelas nem portas, seja em que caso for.
 
Deverá sempre viajar de dia, para os locais estritamente relacionadas com o objeto da visita, procurando não aventurar-se por outras áreas urbanas ou rurais localizadas nos arredores e devendo evitar as saídas noturnas. Informe apenas as pessoas de maior confiança sobre a sua chegada e respetivos detalhes, e mantenha a sua atenção focada no ambiente que o rodeia, como medida de precaução, a fim de detetar qualquer elemento suspeito.
 
Áreas de risco médio:
 
As áreas mencionadas em seguida são de menor risco, mas recomenda-se a adoção de medidas de precaução:
- Área metropolitana de Monterrey, os municípios de Monterrey (Macroplaza e arredores), ou San Pedro Garza García (avenidas e ruas que ligam este último município aos seus municípios vizinhos de Monterrey e Santa Catarina). Este último município parece ser aquele que regista menor número de incidentes violentos do Estado de Nuevo León. Caso visite Monterrey, é recomendável optar por hotéis situados em San Pedro Garza García, procurando que o maior número de atividades tenham lugar nesse local, sobretudo de noite;
- Saltillo, Coahuila;
- as ciudades de Los Mochis, Culiacán e Mazatlán, em Sinaloa;
- Hermosillo, Cd. Obregón, Guaymas ou Puerto Peñasco, em Sonora;
- a cidade de Tijuana, Playas de Rosarito e os caminhos para Tecate e Mexicali;
- os municípios “laguneros” de Torreón e Parras, Coahuila ou Gómez Palacio e Cd. Lerdo, Durango;
- a cidade de Chihuahua e outras zonas do Estado, como Cuauhtémoc, Hidalgo del Parral ou a Barranca del Cobre;
- a cidade de Durango;
- Estado de Morelos (capital Cuernavaca): neste Estado, tem-se assistido desde há algum tempo a um aumento da violência ligada ao tráfico de droga. Deve agir com prudência, informar-se antes de visitar cidades e comarcas isoladas e evitar deslocar-se de noite, exceto em zonas populosas. Permanecer sempre alerta perante incidentes imprevistos e concentrar as atividades no motivo da visita, evitando aventurar-se sozinho em lugares desconhecidos;
- o Estado de Zacatecas e as estradas que ligam Aguascalientes (Aguascalientes) a Zacatecas.
 
Outras informações importantes
 
Sismos
 
O México tem uma atividade sísmica importante. As áreas de atividade sísmica mais elevada encontram-se na costa do Pacífico e na própria capital, Cidade do México. Recomenda-se pois a adoção de uim conjunto de atitudes a seguir antes, durante e depois de um movimento sísmico de magnitude elevada, constantes seguintes páginas web: http://www.ssn.unam.mx/Instituto Geofísico do Infante D. Luiz, da Universidade de Lisboa). (Serviço Nacional Sismológico do México) e http://idl.ul.pt/node/67?destination=node/67.
 
Vulcões
 
No México existem alguns vulcões ativos. O de maior atividade atualmente é o Popocatépetl. Sobre a situação vulcânica do país, pode ser consultada a seguinte página: http://www.cenapred.unam.mx/es/ ou ligar para o número 52 05 10 36.
 
Furacões
 
A época de furacões no Atlântico e no Pacífico começa oficialmente a 1 de junho e termina a 30 de novembro, mas o período mais problemático costuma ocorrer nos meses de agosto e outubro. Aconselha-se particular precaução na preparação de viagens, sobretudo quando o destino se situa na península de Yucatán (Cancún e Riviera Maya - http://www.rivieramaya.com/), e recomenda-se a consulta das previsões meteorológicas em http://smn.cna.gob.mx e/ou www.nhc.noaa.gov.
 
Em caso de aproximação de furacão, siga escrupulosamente as instruções da Proteção Civil federal (www.proteccioncivil.gob.mx) e as de cada Estado.
 
Sugere-se ainda a consulta da informação da protecção civil aos viajantes e residentes e a aplicação "Plano familiar de protecção civil" que está disponível online (www.proteccioncivil.cdmx.gob.mx/programas/index.php) .
 
Telefones e correios electrónicos importantes
 
- Polícias locais: 060 em todas as cidades do país, exceto em Guadalajara, Cidade do México e Monterrey, onde é 066;
- Polícia Federal: 01 8004403690 / 54814300 (casos de rapto e roubo de veículo) ou 52412501 (atendimento às vítimas)http://www.ssp.gob.mx;
- Polícia do Distrito Federal (Cidade do México): 066 (Emergências) ou 52425100, ext. 9059;
- Conselho Cidadão de Segurança Pública e Procuração de Justiça do Distrito Federal: 55335533 (Programa de denúncia cidadã);
- Procuradoria-Geral da República: 01 8000085400;
- Bombeiros: 068 - http://www.bomberos.df.gob.mx;
- Cruz Vermelha: 53951111 e 065 - http://www.cruzrojamexicana.org.mx/.
 
 

Transportes

 
É recomendável utilizar os transportes públicos com pessoas que conheçam a cidade e nunca apanhar táxis fora das estações habilitadas, designadas “sítios” (ver parágrafo infra sobre as recomendações para a utilização de serviços de táxi na Cidade do México).
 
Transporte aéreo
 
O México tem cerca de 50 aeroportos internacionais, entre eles os da Cidade do México, Monterrey, Guadalajara, Acapulco e Cancún. Nas viagens de avião procedentes de ou com destino a aeroportos mexicanos, os objetos de valor devem ser sempre transportados na bagagem de mão. Têm ocorrido, com alguma frequência, casos de roubo nas malas de porão utilizadas em aeroportos mexicanos.
 
Transporte rodoviário
 
Existem bons e eficientes serviços de autocarros entre as principais cidades do país. Nas autoestradas, há que contar com portagens caras.
 
Os procedimentos recomendáveis para contratar um serviço de táxisão os seguintes:
a) O serviço de táxis do Aeroporto Internacional Benito Juárez da Cidade do México é fiável: deve comprar o bilhete previamente nas cabines habilitadas, na zona de chegadas do aeroporto indicando o lugar onde deseja ser levado. Os preços seguem uma tabela tarifária, em função da zona para a qual se dirige;
b) Alguns hotéis contam com um serviço de táxis próprio: estes podem ser utilizados, após verificação de que, no hotel, a administração os conhece e certifica;
c) Na rua, não é aconselhável tomar diretamente os táxis em circulação, devendo acudir a um dos chamados "sítios" de táxis e acordar o serviço com o encarregado do sítio. Também pode ser utilizado o serviço tele-táxis. Neste caso, é conveniente pedir ao telefonista o número de “placa” (matrícula) ou do táxi, para posterior verificação. Também pode solicitar previamente informação sobre o preço do transporte.
 
Segurança rodoviária
 
Em todo o país, em geral, não é aconselhável conduzir à noite na estrada. É sempre preferível utilizar as autoestradas que tenham portagens ("de cuota" o “peaje”), do que as estradas “livres”, assim como as estradas principais, em vez das secundárias. Caso viaje com um veículo alugado, verifique as condições do seguro. É conveniente estacionar sempre em parque de estacionamento vigiado.
 
Transporte ferroviário
 
Não há bons transportes ferroviários para passageiros (as ligações de caminhos-de-ferro são, sobretudo, para carga).
 
 

Cuidados de saúde

 
Não é exigida qualquer vacina ao viajante.
 
É extremamente conveniente viajar para o México provido de um seguro médico o mais amplo possível, com cobertura extensiva de gastos médicos durante toda a estadia e que inclua a repatriação ou evacuação médica para Portugal. Com efeito, existe atendimento médico de qualidade no país, mas o serviço é muito caro, devendo ser pago pelo interessado, caso não tenha seguro médico. Mesmo no caso de estar provido de seguro médico, é habitual pagar o tratamento de forma antecipada, por exigência do hospital, devendo o interessado pedir posteriormente o respetivo reembolso à companhia de seguros.
 
Em geral, as condições sanitárias são bastante boas, embora se recomende beber sempre água engarrafada, evitar a comida vendida na rua por vendedores ambulantes e lavar bem a fruta e verduras.
 
Endereços dos principais hospitais, clínicas e médicos
 
Existem bons hospitais privados nas capitais dos Estados e principais cidades.
 
Na Cidade do México, há vários hospitais privados com excelente equipamento e quadros médicos (embora caros):
- Hospital Español: http://www.hespanol.com/;
- Hospital Inglés: ABC – Sur - http://www.abchospital.com/;
- Hospital Ángeles de Las Lomas: http://www.hospitalangeleslomas.com/;
- Hospital Ángeles del Pedregal: http://www.hospitalangelespedregal.com.mx/;
 
Em Monterrey, recomenda-se o Christus Muguerza, o San José, e o OCA.
 
Em Cancún e estâncias turísticas próximas, recomenda-se o Hospitén.
 
 

Telecomunicações

 
Existem boas comunicações telefónicas automáticas e por fax para todo o mundo. Os telemóveis têm de ser tri-band. O acesso à Internet é de relativa qualidade.
 
 

Informações úteis

 
O México opera com o sistema americano de 110 V a 60 Hz. As tomadas são de tipo americano, com duas pequenas placas metálicas planas paralelas e às vezes também com a placa redonda de tierra.
 
A perda ou roubo do passaporte português devem ser comunicados à Embaixada de Portugal no México ou ao Consulado Honorário português mais próximo. Para solicitar um novo passaporte junto da Embaixada é necessário o seguinte:
- Presença do requerente na Embaixada, após realizada a devida marcação;
- Exibição de Bilhete de Identidade ou Cartão de Cidadão válido;
- Entrega da denúncia de extravio ou roubo feita previamente perante os órgãos policiais mexicanos;
- Pagamento de 1269 pesos mexicanos no dia da marcação na Embaixada. O novo passaporte demora 5 dias úteis a chegar à Embaixada após a respetiva emissão (e 3 dias úteis no caso de ser solicitado passaporte urgente, que implica o pagamento adicional de 45,00 Euros).
 
Poderá ainda solicitar, na Embaixada de Portugal, um passaporte temporário ou um título de viagem única, mediante apresentação de BI ou CC válido e da denúncia realizada junto da polícia mexicana. Note-se que, nestas situações, a Embaixada tem de solicitar autorização às autoridades competentes em Portugal para emissão destes dois tipos de documento com a devida antecipação (pelo menos, 24 horas antes).
 
Se não estiver na cidade do México, poderá ainda solicitar um documento provisório de viagem num Consulado de outro país da União Europeia, mediante apresentação de BI ou CC válido, entrega da denúncia realizada junto da polícia mexicana, 2 fotografias a cores tipo passe e o pagamento do emolumento cobrado pela missão diplomática em causa. O documento é habitualmente entregue no próprio dia, mas é conveniente contactar primeiro a Embaixada de Portugal no México, que deverá solicitar autorização às autoridades portuguesas competentes para emissão daquele documento e correspondente comunicação à missão diplomática europeia. À semelhança dos anteriores, nem sempre este documento é aceite por determinados países (EUA, por exemplo) como documento de viagem.
 
No caso de o extravio ou roubo ter lugar na Cidade do México (Distrito Federal), a denúncia pode ser realizada pela internet, entrando na página web do Ministério Público (www.pgjdf.gob.mx). Após entrar na página, deverá selecionar a opção “Acta Especial”, preencher os distintos campos e, no final, imprimir o documento que aparece no écran com o código de barras. Com esse documento, deverá dirigir-se a uma delegação do Ministério Público para respetiva ratificação. É recomendável dirigir-se, de preferência, a uma das três delegações especializadas no atendimento a turistas situadas em:
- Presidente Masaryk, 172, esquina con Hegel, Colonia Polanco, Delegación Miguel Hidalgo. Está localizada dentro da Agência da “Secretaría de Turismo” (telefone 5531 7449), perto do Consulado Geral de Espanha no México. Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 9h00 às 18h00;
- Amberes 54, esquina con la calle Londres, Colonia Juárez, Delegación Cuauhtémoc; está situada na chamada “Zona Rosa” (telefone 5533 4444). Presta serviço 24 horas por dia, 365 dias por ano, incluindo fins-de-semana (caso se dirija à delegação de noite e a encontra encerrada, deve tocar à porta);
- Brasil, 74 entre Plaza Santa Catarina núm. 8 y 10 y Paraguay, Colonia Centro, Delegación Cuauhtémoc. Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira, das 9h00 às 21h00.
 
Em caso de detenção, identifique-se como cidadão português e solicite a comunicação da mesma à Embaixada de Portugal no México ou ao Consulado Honorário português mais próximo. feito o pedido, as autoridades mexicanas ficam obrigadas a informar a Embaixada ou Consulado Honorário, de imediato.
 
Drogas
 
As penas de prisão por crimes relacionados com posse ou tráfico de drogas vão de 5 a 15 anos, no primeiro caso, e de 10 a 25 anos, no segundo. No México, é considerado crime federal e o cumprimento da pena é efetuado também em prisões federais, cujo regime interno costuma ser substancialmente mais duro comparando com as prisões estatais. O mero consumo de drogas enquanto se encontre no México pode atrair a indesejável atenção da criminalidade organizada. Já ocorreram casos de rapto e tortura de consumidores com o objectivo de identificar eventuais fornecedores de redes rivais.
 
Importação de alimentos
 
Os viajantes não podem importar produtos ou derivados lácteos e de carne, existindo o limite de duas garrafas de vinho ou licor por pessoa. As autoridades aduaneiras do aeroporto realizam controlos meticulosos da bagagem à chegada ao México.
 
Inscrição Consular na Embaixada de Portugal
 
Os cidadãos portugueses residentes no México devem realizar a sua inscrição consular na Embaixada (ato gratuito), preenchendo a respetiva ficha de inscrição e exibindo os seus documentos portugueses (BI / CC e passaporte), título de residência no país (ou documento equivalente), entregando o comprovativo de morada no México e uma fotografia atualizada a cores tipo passe. É, também, recomendável aos cidadãos portugueses que permaneçam temporariamente no país que realizem aquela inscrição consular (como “não residentes”), para que seja facilitada a sua localização em caso de necessidade. A inscrição pode ser realizada provisoriamente através do correio eletrónico da Embaixada – embpomex@gmail.com.
 
Contactos da Embaixada de Portugal no México:
- Morada: Alpes 1370 (entre Montañas Rocallosas y Montes Apalaches), Colonia Lomas de Chapultepec, Delegación Miguel Hidalgo, CP 11000, México D.F. - Tel. (+5255) 55207897 (Ext. 103 / 106) - Fax: (+5255) 55204688 / 55404925 -Email: embpomex@gmail.com -http://embpomex.wordpress.com/;
- Embaixador Extraordinário e Plenipotenciário: Embaixador João José Gomes Caetano da Silva
- Secretária de embaixada e encarregada da secção consular: Rosa Lemos Tavares
- Conselheiro comercial e Representante da AICEP: Rui Carlos Duarte Casais Gomes
- Leitora do CICL (Camões): Maribel Malta Paradinha - http://ced.cele.unam.mx/camoes/indice.php
 
Delegação AICEP
- Endereço: (o mesmo da Embaixada);
– Tel. +(5255) 55407750;
– Fax. +(5255) 55207893;
- Correio electrónico: aicep.mexico@portugalglobal.pt - página web da AICEP: http://www.portugalglobal.pt/
 
Consulado Honorário de Portugal no México:
 
Consulado honorário de Portugal em Cancún (Quintana Roo)
- Cônsul honorário: Roberto Barnetche Bartning;
- Morada: Calle Guanabána n.º 40, Primer piso, Depto. 2, S.M. 25, Mza. 13, Lote 11, CP 77509, Cancún, Quintana Roo, México;
– Telefones: (+52) 8842735 / 8842872;
- Correio electrónico: consul_portugal_cancun@prodigy.net.mx.
 
Consulados Honorários de Portugal fora do México e dependentes da Secção Consular da Embaixada no México:
 
El Salvador
Consulado honorário de Portugal em San Salvador
- Cônsul honorário Kerim Eduardo Salume Babun;
- Morada: Km. 10, Carretera al Puerto La Libertad, Santa Tecla, El Salvador – Tel. +(503) 22788219 / 25236005 – Fax. +(503) 22782510;  
- Correio electrónico: esalume@yahoo.com / merciurquilla@yahoo.com
 
Guatemala
Consulado Honorário de Portugal na Guatemala
- Cônsul honorário: Juan Manuel Díaz-Durán Méndez;
- Morada: 15 Av., 18-28, Zona 13, Guatemala;
- Telefone: +(502) 23836000;
- Correio electrónico: juanmanuel@diazduran.com.
 
Honduras
Consulado honorário de Portugal em Tegucigalpa
- Cônsul honorário: Johannes Niehorster;
- Morada: Avenida Juan Manuel Galvez, Edifício  Festival, contíguo al INA, Apartado Postal 15040–Kennedy, Tegucigalpa, Honduras;
- Telefone: +(504) 22395066;
 
Nicarágua
Consulado honorário de Portugal em Manágua
- Cônsul honorária: Maria de Lourdes Lacayo Montealegre;
- Morada: Los Robles, 45, Apartado postal 3106, Manágua, Nicarágua;
– Telefone: +(505) 2773222;
- Correio electrónico: techetv@gmail.com.
 
Outros contactos úteis:
 
Embaixada do México em Portugal:
- Morada: Estrada de Monsanto, 78 1500-462 Lisboa;
– Telefone: (+351) 217621290;
- Fax: (+351) 217620045;
– Nº telefónico para emergências em fins de semana e feriados (+351) 937621299;
- Correio electrónico: embamex@mail.telepac.pt;
- Sítio Internet:  -http://www.sre.gob.mx/portugal/.
 
- Locatel: 56581111 - http://www.locatel.df.gob.mx/;
- Banco do México: www.banxico.org.mx ;
- Instituto Nacional de Migração (INM): http://www.inm.gob.mx/;
- Secretaria de Saúde: http://www.salud.gob.mx/ ;
- Secretaria de Economia: www.economia.gob.mx;
- Secretaria de Turismo: www.sectur.gob.mx;
- Informação turistica: 01800-0089090 - http://www.visitmexico.com/es/ e
- Secretaria de Relaciones Exteriores: http://www.sre.gob.mx.
 
- Portal do Governo de Portugal: http://www.portugal.gov.pt/pt.aspx;
- Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), Escritório na Cidade do México: www.portugalglobal.pt;
- Portugal Economy Probe: www.peprobe.com;
- Portal das Comunidades Portuguesas: http://www.portaldascomunidades.mne.pt/              
- ARI - Autorização de Residência para Atividade de Investimento:
- Portal do Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, I. P. (CICL):
 
Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail