Última actualização:   2018-05-15

 Nota importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são susceptíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.

Avisos

1. Deve evitar-se qualquer área ou zona onde possam decorrer manifestações, haja ajuntamentos de pessoas em protesto ou forte presença policial. Caso se veja inadvertidamente em tais locais, deve afastar-se imediatamente ou, na impossibilidade de o fazer, procurar refúgio em local fechado. Sob nenhum pretexto se devem captar imagens ou sons de manifestações, de forças de segurança ou dos seus edifícios ou viaturas.

2. Câmbios de divisas - euros ou dólares a troco que reais iranianos - devem ser exclusivamente efectuados em Bancos ou nos respectivos balcões localizados em alguns aeroportos. A taxa oficial obrigatória pode ser consultada em https://www.cbi.ir/exrates/rates_en.aspx . Quaisquer trocas de divisas no mercado livre - fora de instituições bancárias acrediatadas e/ou a taxa diferente da acima referida - encontra-se proibida, sob pena de aplicação de pesadas sanções.

3. Desaconselham-se vivamente quaisquer deslocações às seguintes áreas:
- qualquer local situado a menos de 100 km da fronteira com o Afeganistão;
- qualquer local situado a menos de 50 km da fronteira com o Iraque, evitando em particular as províncias do Curdistão e Khuzestan;
- a leste da linha que une Bandar Abbas e Kerman, incluindo a província do Sistão Baluchistão (a sudeste do Irão), área particularmente vulnerável a actividades terroristas da Jundullah (grupo terrorista separatista Baluchi);
- qualquer área fronteiriça, porquanto são consideradas, pelas autoridades iranianas, particularmente sensíveis.


4. Os viajantes solitários correm inevitavelmente mais riscos que turistas em grupo (sobretudo quando se deslocam isoladamente por estrada).


5. É expressamente proibido fotografar ou filmar edifícios governamentais e/ou militares (e áreas circundantes). Tais edifícios nem sempre estão claramente identificados, pelo que se aconselham as maiores cautelas.


6. Em caso de detenção de um nacional em território iraniano, a margem de intervenção da Embaixada portuguesa poderá ser limitada.


7. Os profissionais de imprensa deverão munir-se de um visto especifico caso porventura tencionem deslocar-se ao Irão com objectivos profissionais.


8. Deverão ser rigorosamente observadas as imposições legais em vigor, tradições locais e costumes religiosos bem como imposições em vigor em termos de traje.


9. O risco sísmico no Irão é elevado.

 

Lista de Países