Última actualização: 2019-04-30

 

Nota importante 

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são susceptíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.

 

Aviso 

1. Têm-se repetido todos os sábados protestos convocados pelos chamados “Gilets Jaunes”/Coletes Amarelos em Paris e nos centros de outras grandes cidades francesas (como Bordéus e Toulouse). Recomenda-se aos viajantes que evitem as concentrações de manifestantes, seguindo os conselhos das autoridades francesas. Recomenda-se redobrada vigilância no dia 1 de Maio face à conjugação prevista entre as habituais manifestações desse dia (sobretudo entre Montparnasse e Place de Italie) e os protestos dos Coletes Amarelos.

Quando nas cidades, os viajantes podem recorrer às aplicações (Apps) dos transportes públicos (RATP em Paris, por exemplo) para verificar as linhas e estações em funcionamento. Os viajantes que circulam de automóvel deverão estar atentos a possíveis interrupções/bloqueios de trânsito nos eixos principais de ligação às grandes cidades (recomenda-se a consulta do site https://www.bison-fute.gouv.fr).

Em caso de necessidade, os números de emergência em França são os seguintes:

• número geral: 112

• serviços médicos (SAMU): 15

• Polícia: 17

• Bombeiros: 18

O Gabinete de Emergência Consular está acessível através dos seguintes contactos:

• Telefone de 24 Horas) +351.21.792.97.14

• Telemóvel de Emergência (atendimento Emergência (atendimento 24 Horas)  +351.961.706.472

Os contactos de emergência dos Postos Consulares em Portugal encontram-se no separador Informações úteis.

2.  A 1 de Novembro de 2017, as autoridades francesas levantaram o estado de emergência que vigorava em França desde os atentados ocorridos em Paris em Novembro de 2015. O fim do estado de emergência coincide com a entrada em vigor da nova Lei sobre o Reforço da Segurança Interna e a Luta contra Terrorismo.

O Governo francês notificou, no entanto, a União Europeia de que, em virtude da persistência do elevado nível de ameaça terrorista, decidiu prorrogar, até 30 de Abril 2019, a possibilidade de proceder a controlos de identidade nas suas fronteiras com os outros Estados Membros da UE. Estes controlos verificam-se em todos os postos fronteiriços, sejam terrestres, aéreos ou marítimos.

Mantém-se também a operação militar “Sentinelle” de apoio ao plano “Vigipirate” de luta contra o terrorismo. Através dessa operação, efectivos militares apoiam as forças de segurança em acções de patrulhamento e de protecção de eventos e de alguns locais, nomeadamente turísticos.

Recomenda-se aos cidadãos nacionais, que visitam, estejam em trânsito ou residem em França, que se mantenham vigilantes em locais públicos e atentos às orientações e recomendações que venham a ser divulgadas pelas autoridades francesas.

 

 

 

  • Partilhe