Última actualização: 2019-02-01

 

Nota importante 

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são susceptíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.

 

Aviso 

1. Têm-se repetido todos os sábados protestos convocados pelos chamados “Gilets Jaunes”/Coletes Amarelos em Paris e nos centros de outras grandes cidades francesas (como Bordéus e Toulouse). Recomenda-se aos viajantes que evitem as concentrações de manifestantes, seguindo os conselhos das autoridades francesas.

Quando nas cidades, os viajantes podem recorrer às aplicações (Apps) dos transportes públicos (RATP em Paris, por exemplo) para verificar as linhas e estações em funcionamento. Os viajantes que circulam de automóvel deverão estar atentos a possíveis interrupções/bloqueios de trânsito nos eixos principais de ligação às grandes cidades (recomenda-se a consulta do site https://www.bison-fute.gouv.fr).

Em caso de necessidade, os números de emergência em França são os seguintes:

• número geral: 112

• serviços médicos (SAMU): 15

• Polícia: 17

• Bombeiros: 18

O Gabinete de Emergência Consular está acessível através dos seguintes contactos:

• Telefone de 24 Horas) +351.21.792.97.14

• Telemóvel de Emergência (atendimento Emergência (atendimento 24 Horas)  +351.961.706.472

Os contactos de emergência dos Postos Consulares em Portugal encontram-se no separador Informações úteis.

2.  A 1 de Novembro de 2017, as autoridades francesas levantaram o estado de emergência que vigorava em França desde os atentados ocorridos em Paris em Novembro de 2015. O fim do estado de emergência coincide com a entrada em vigor da nova Lei sobre o Reforço da Segurança Interna e a Luta contra Terrorismo.

O Governo francês notificou, no entanto, a União Europeia de que, em virtude da persistência do elevado nível de ameaça terrorista, decidiu prorrogar, até 30 de Abril 2019, a possibilidade de proceder a controlos de identidade nas suas fronteiras com os outros Estados Membros da UE. Estes controlos verificam-se em todos os postos fronteiriços, sejam terrestres, aéreos ou marítimos.

Mantém-se também a operação militar “Sentinelle” de apoio ao plano “Vigipirate” de luta contra o terrorismo. Através dessa operação, efectivos militares apoiam as forças de segurança em acções de patrulhamento e de protecção de eventos e de alguns locais, nomeadamente turísticos.

Recomenda-se aos cidadãos nacionais, que visitam, estejam em trânsito ou residem em França, que se mantenham vigilantes em locais públicos e atentos às orientações e recomendações que venham a ser divulgadas pelas autoridades francesas.

 

 

 

  • Partilhe