Portal das Comunidades Portuguesas

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Etiópia

Última actualização: 2016-10-09

 

Nota importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são susceptíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.

Aviso

1. A partir de hoje, e por um período de 6 meses, o Governo declarou estado de emergência em todo o território do país.

2. Recomenda-se que sejam adiadas quaisquer viagens não essenciais à Etiópia enquanto se mantiverem a tensão e a instabilidade vigentes.

3. A região de Oromia tem vivido nas últimas semanas  uma situação de instabilidade, com a ocorrência de vários protestos, iniciados por estudantes e população local contra um plano urbanístico, que resultaram em violência com danos para a integridade física, causando igualmente destruição de propriedade e bloqueio de estradas. Tais situações têm-se verificado especialmente a Oeste e Sudoeste de Adis Abeba.

4. Os viajantes são por isso aconselhados a evitar deslocações nesta região, em particular na zona turística da Cratera de Wenchi, bem como em torno das seguintes localidades: Addis-Alem, Ambo, Chitu, Dingui, Jimma, Sululta, Tulobolo e Wolisso. A estrada entre Dire Dawa e Harar foi também objeto de um bloqueio, pelo que se desaconselham viagens a título individual (i.e. sem apoio de agência de viagens). (v. condições segurança).

5. Recorda-se a necessidade de actualização dos contactos e pormenores sobre a estadia na Etiópia dos cidadãos nacionais que aí se desloquem, nomeadamente através do email da Embaixada de Portugal em Adis Abeba: embportaddis@gmail.com e Gabinete de Emergência Consular gec@mne.pt

Informação Geral

A Etiópia tem uma superfície de 1104300 km2. Faz fronteira com a Eritreia, o Djibouti, o Sudão, o Sudão do Sul, o Quénia e a Somália. A população estimada em 2012 era de 84 milhões de habitantes, dos quais 3,4 milhões na capital, Adis Abeba. Do ponto de vista religioso, 43,5% são cristãos ortodoxos de rito etíope, 33,9% são muçulmanos e 18,6% são protestantes.

Clima

A capital, Adis Abeba, fica a 2400 metros de altitude e tem um clima temperado e seco, com excepção da estação das chuvas, entre meados de junho e meados de setembro. Durante a estação seca, as temperaturas durante o dia situam-se na ordem dos vinte graus, verificando-se uma importante variação em relação à noite. Através do país, existem as mais diversas regiões climáticas, desde áreas desérticas (nordeste e sudeste), até savanas, passando por florestas tropicais e diferentes microclimas de altitude.

Línguas

A língua oficial é o amárico, uma língua semítica falada como primeira língua ou segunda por grande parte da população, em particular na capital. O inglês é geralmente falado pelas camadas da população urbana com maior nível de instrução. É a língua de comunicação para os visitantes.

Moeda local / sistema bancário

A moeda local é o Birr, não convertível, mas de circulação corrente. A taxa de câmbio é actualizada regularmente e pode ser consultada no seguinte endereço da Internet: www.bportugal.pt. O câmbio é efectuado nos estabelecimentos bancários e nos principais hotéis de Adis Abeba. Os principais estabelecimentos hoteleiros em Adis Abeba aceitam cartões de crédito, assim como as principais agências de viagens, encontrando-se, no entanto, mais generalizado o cartão de crédito Visa. Todavia são frequentes as falhas de comunicação telefónica no uso de cartões de crédito. Com cartões de débito e de crédito nacionais podem ser efectuados levantamentos em caixas multibanco (ATM) existentes na cidade, embora os limites diários sejam na ordem dos ETB 4000 ou ETB 5000, dependendo das dependências bancárias.

1 Euro equivale aproximadamente a 24 ETB (Março de 2013).

Regime de entrada e estada

Os viajantes devem ser portadores de passaportes com a validade mínima de seis meses à data de entrada na Etiópia.

Regime de vistos

Os cidadãos da União Europeia necessitam de visto de entrada que pode ser obtido à chegada ao Aeroporto Internacional de Adis Abeba para titulares de passaporte português. A duração do visto de turista é de 90 dias. Os vistos de negócios deverão ser previamente solicitados junto de uma representação diplomática da Etiópia.

A Etiópia possui diversas representações diplomáticas na Europa, habilitadas a conceder vistos. Paris, Bruxelas, Genebra e Roma poderão ser adequadas para os cidadãos portugueses. A Embaixada da Etiópia em Paris assegura a representação diplomática em Portugal (sítio web: htpp://embeth.free.fr – tel. 00 33 142190233).

Não é aconselhável chegar ao país sem dinheiro em dólares ou euros, especialmente se não obteve o visto antes da chegada, já que este tem que ser pago em divisas, tendo um custo de 17 euros / 20 dólares americanos (em Março de 2013).

Condições de segurança

No dia 11 de dezembro a mesquita Anwar, em Adis Abeba, foi atacada com uma granada, não sendo ainda conhecido o autor ou grupo responsável pelo ataque. A situação de segurança na capital mantém-se calma.

Considerando estes eventos, os viajantes deverão igualmente exercer precaução e vigilância por todo o país, nomeadamente em zonas de multidão, aglomeração e em áreas públicas, como hotéis e edifícios religiosos, procurando, em particular, evitar a proximidade com eventuais manifestações e protestos.

Existem áreas relativamente seguras para os turistas, incluindo Adis Abeba e locais históricos (Gondar, Lago Tana, Bahir-Dar, Lalibela, Axum). Todavia, na capital tem-se verificado recentemente um aumento do número de assaltos a residências de expatriados, e na circulação pedonal é aconselhada alguma cautela em certas áreas da cidade, dado o aumento do número de carteiristas. É necessário ter também muito cuidado em áreas congestionadas, como o Merkato, em Adis Abeba. Aconselha-se a não circular com muito dinheiro e a deixar objectos de valor, tais como o passaporte, jóias e bilhetes de avião no hotel ou noutro local seguro. Quando transportados, carteiras e outros objectos de valor deverão ser guardados de modo a prevenir os furtos.

Por outro lado, e sempre que for necessário viajar por terra dentro da Etiópia, deverá fazê-lo com extrema prudência, pois ultimamente têm sido frequentes roubos à mão armada em algumas zonas fronteiriças. Ao conduzir, é necessário ter cuidados com automobilistas parados na estrada, com aparentes problemas mecânicos ou a trocar pneus, pois esta técnica é frequentemente utilizada por ladrões. Acima de tudo é aconselhável estar alerta e consciente do que se passa à volta, e garantir que não está a ser seguido.

Serão de evitar as zonas fronteiriças com a Somália (em particular a área de Ogaden) e o Sudão, incluindo a região de Gambela, ou as áreas disputadas entre a Eritreia e a Etiópia, dado o elevado risco de segurança nestas áreas, muitas das quais estão vedadas aos estrangeiros. A este respeito desaconselham-se vivamente deslocações para perto das fronteiras com a Eritreia e Somália.

Na região Leste do Estado Regional Somali da Etiópia tem havido ameaças ligadas a ataques e sequestro de cidadãos estrangeiros, tal como, pontualmente, na área oriental de Harar e Godé.

Outras informações importantes

Números de telefone:
- Número geral de emergência: 911;
- Bombeiros: 93 / 00251 111567004;
- Polícia: 911 / 00251 111572121;
- Cruz Vermelha: 92 ou 907;
- Água: 906.

A posse e o consumo de droga são severamente punidos por lei. O consumo de álcool é autorizado. A homossexualidade é ilegal.

Transportes

Transporte aéreo

O aeroporto de Adis Abeba encontra-se na área urbana da cidade, sendo bastante central. No aeroporto de Adis Abeba existe uma grande variedade de táxis que asseguram o transporte para o centro da cidade. Os hotéis mais importantes asseguram também o transfer de/para o aeroporto.

Várias companhias asseguram ligações entre a Europa e Adis Abeba:
- Ethiopian Airlines, via Bruxelas, Paris e Roma;
- Lufthansa, via Frankfurt;
- British Airways, via Londres;
- Egypt Air, via Cairo;
- KLM, via Amesterdão;
- Turkish Airlines, via Istambul;
- Emirates, via Dubai.

A companhia Ethiopian Airlines e algumas companhias privadas asseguram ligações regulares entre Adis Abeba e as principais localidades da Etiópia (Arba Minch, Assosa, Axum, Bahar Dar, Dire Dawa, Gambella, Gode, Gondar, Jijiga, Jimma, Lalibela, Mekelle).

Transporte rodoviário

O transporte rodoviário no país não é a melhor opção, pois alguns troços são inseguros e mal sinalizadas, sendo que também a maioria das estradas ainda não se encontram asfaltadas.

A utilização de táxis é bastante frequente em Adis Abeba, sendo um meio de transporte seguro e barato. É possível encontrar táxis em toda a capital, devendo o preço ser discutido directamente com o taxista, antecipadamente, uma vez que não existem taxímetros. Existe também a possibilidade de uso de táxis colectivos, os mini-bus, com itinerário semi-fixo, em que o preço é bastante mais reduzido.

O aluguer de viaturas em Adis Abeba é possível através de agências ou em grande parte dos hotéis mais importantes da cidade. Dado o trânsito ser bastante anárquico, e ser necessário possuir uma carta de condução etíope, aconselha-se que o aluguer seja feito com motorista. Para alugar viaturas, consulte os sítios Internet das empresas mais conhecidas, como a Avis.

Transporte ferroviário

A única linha de caminho de ferro existente no país liga Adis Abeba ao Djibouti. Trata-se de uma linha construída no princípio do século XX. A ausência de condições mínimas de conforto, salubridade e segurança do serviço de passageiros aconselha a opção por outros meios de transporte.

Alojamento e restauração

A rede hoteleira é vasta, sendo possível encontrar hotéis com preços bastante diferentes. A estada em alojamentos do género de "guesthouse" não é aconselhada dada a fraca qualidade de algumas destas instalações. Aconselha-se a pesquisa nos endereços Internet www.hotels.com ou www.expedia.com.

Principais hotéis:
- Sheraton Adis Hotel: Taitu Street, P.O. Box 6002, Adis Abeba – Tel. 00 251 115171717;
- Hilton Adis Ababa Hotel: Melenik II Av., Adis Abeba 1164 – Tel. 00 251 115170000 – Fax 00 251 115510064;
- Radisson Blu Hotel: Kazanchis Business District, Kirkos Suncity Kebele 17, 21555 Adis Abeba, Tel. 00 251 115157600;
- Intercontinental Adis Hotel (não faz parte da cadeia Intercontinental): Cherkos, Adis Abeba – 00 251 115180444.

O viajante encontrará uma grande variedade de restaurantes em Adis Abeba. Os valores podem ir desde 80 Birr a 500 Birr, sendo entre 100 a 200 Birr o preço médio de uma refeição completa. A gorjeta é obrigatória em alguns restaurantes e consiste em 10% do valor consumido mas, na maioria dos restaurantes, não o é.

Restaurantes sugeridos em Adis Abeba:

Gastronomia continental:
- Gazebo: Hilton Hotel, 518400, ext. 953;
- Antica Adis: Off Bole Road, Cape Verde St.;
- Le Grand Rêve: Bole Sub-city, Kebele 03/05, House nº 731;
- La mandoline: next to Swiss Café, justo off Bole Tele road in Bole;
- Africa Queen's: Sunshine Chicken House, Bole Road;
- Breezes Restaurant;

Especialidades nacionais
- Aladdin: Bole Road, perto da entrada da Embaixada do Japão (arménio);
- Shangai: Omedad Building, Debre Zeit road, 655290 (chinês);
- Habesha: Sabit Building, Bole Road 518358 (etíope);
- Fasika: em frente ao Sunshine Building perto de Meskel Square 509912 (etíope);
- Yod Abissinia Traditional Food: Bole Medhaniyalem Area (etíope);
- Verres en Vers: Radisson Blu Hotel (francês);
- Loti: 3rd Floor tebaber Berta Building, Wolo Sefer, 531313 / 531511 (francês);
- Don Vito: Debre Zeit Road, 653809 (italiano);
- Namibia Street (mediterrâneo);
- Serenade: 6 kilo, estrada da Nazareth School (mediterrâneo).

Cuidados de saúde

Principais riscos de doenças endémicas:
- HIV/SIDA: a Etiópia tem uma taxa de incidência elevada;
- Hepatite A e B: trata-se, igualmente, de um dos principais riscos de saúde na região do Corno de África;
- Malária: inexistente na capital, mas constitui um sério risco nas regiões situadas abaixo de 1800 metros de altitude;
- Cólera: associada à seca endémica e recorrente em certas áreas do país;
- na capital, sintomas de manifestações alérgicas são frequentes dada a população existente;
- nos primeiros dias de visita são também frequentes distúrbios gastrointestinais.

Sugere-se, igualmente, uma consulta do viajante, para obtenção de informação extensiva quanto às vacinas recomendadas e precauções a observar durante a viagem e estada.

A água distribuída através da rede pública não é potável, pelo que se recomenda o consumo de água engarrafada. A rede de farmácias em Adis Abeba é vasta, sendo possível encontrar todos os medicamentos de uso mais corrente, ainda que em versão genérica.

Endereços dos principais hospitais, clínicas e médicos:

Médicos:
- Dr. Akeza Teame (doenças infecciosas – St Yared Hospital): Tel. 00 251 911512933 / 911195624;
- Dr. Mulu Abraham (pediatra): Tel. 00251 114160053 (Bilham Clinic) / 114760411 / 911243252 / 911431168;
- Dr. Tadesse Melaku (dentista): Bole Road Awash Bank (NOVIS) Building, 1st – Tel 00251 116614932 / 911162389.

Hospitais públicos:
- Black Lion Hospital: Zambia St., Adis Abeba – Tel. 00 251 115511211;
- Yekatit 12 Hospital: Piazza, Adis Abeba – Tel 00 251 111553065 / 68;
- Zewditu Hospital: Aware, Adis Abeba – Tel. 00 251 115518085.

Hospitais privados:
- Adis Cardiac Hospital: P.O. Box 19665 – Tel. 00 251 116180709 / 6634720;
- International Cardiovascular Hospital: Nefas Silk lafto, Kebele 11, Adis Abeba – Tel. 00 251 114424680 / 81;
- St. Gabriel Hospital: Bole, P.O. Box 5634, Adis Abeba – Tel. 00 251 116613622 / 3022;
- St. Yared Hospital: Tel. 00 251 116454697 / 04;
- Kliniken Swedish Clinic: Tel. 00 251 113710768 / 3363;
- Myungsung Christian Medical Center (Hospital Coreano): Tel. 00 251 116295421.

A organização Mundial da Saúde (OMS) declarou, em 5 de maio de 2014, que neste momento a transmissão da poliomielite entre países constitui uma Emergência de Saúde Pública de âmbito internacional (informação disponível em http://www.who.int/mediacentre/news/statements/2014/polio-20140505/en/ ).

Para evitar a disseminação do vírus da poliomielite para outros países, a OMS determinou, temporariamente, que todos os residentes e viajantes que tenham permanecido pelo menos 4 semanas em países onde circula o vírus selvagem da poliomielite, ao saírem desses países, devem ser portadores do certificado internacional de vacinação e profilaxia, nos 12 meses anteriores à saída.

Assim, os residentes ou viajantes com permanência de pelo menos 4 semanas, que não possuírem esta prova de vacinação podem ser novamente vacinados contra a poliomielite, à saída destes países ou à entrada em países onde a poliomielite está eliminada.

Telecomunicações

A rede de telecomunicações funciona razoavelmente, incluindo nas ligações internacionais. Antes de viajar recomenda-se que se informe junto do seu operador de telemóvel sobre as eventuais condições do serviço de roaming na Etiópia, uma vez que este serviço não funciona automaticamente e carece de ativação prévia quanto a este país. De qualquer forma, sempre que a estadia seja prolongada, sugere-se a compra de um número de telemóvel local, o que pode fazer em guichets próprios junto dos principais hotéis. Existem cartões ("chips") recarregáveis, a partir de ETB 50 e até ETB 1000.

Existe a possibilidade de acesso à Internet por toda a capital, especialmente nos hotéis, e há bastantes "cyber-cafés". A ligação à Internet costuma ser um pouco lenta. Em caso de estadias mais longas, existe a possibilidade de compra de um EVDO por ETB 2000 em lojas de informática, devendo este posteriormente ser activado na Ethio Telecom. Aquando da sua activação existe a possibilidade de escolha de consumo mensal entre 1 Gb (ETB 300), 2 Gb (ETB 500) e 4 Gb (ETB 700).

Indicativo do país: 00251
Indicativo de Adis Abeba: 11

Informações úteis

Hora Local: + 3 TMG no inverno e + 2 no verão.

Horários de funcionamento:
- serviços públicos: 08h30-12h30 e 13h30-17h30 (2ª a 5ª feira); 08h30-11h30 e 13h30-17h30 (6ª feira);
- bancos: 09h00-16h00 (2ª a 6ª feira); 09h00-12h00 (Sábado); algumas agências fecham à hora de almoço entre as 12h00 e as 13h00, mas outras estão abertas aos Sábados até às 16h30;
- comércio: 08h00-12h30 e 15h30-19h30 (2ª a Sábado). As lojas em centros comerciais não costumam fechar à hora de almoço.

Férias e Feriados:
Internacionais:
Ano Novo (1 de janeiro), Dia do Trabalhador (1 de Maio).
Nacionais:
Natal Etíope (móvel), Epifania etíope (Timkat – móvel), dia da comemoração da vitória de Adwa (2 de março), dia da Libertação (5 de maio), dia nacional (queda do regime Derg – 28 de maio), Ano novo etíope (móvel), Meskel (festa da verdadeira cruz – móvel) Tendo em conta a vasta comunidade muçulmana, celebram-se também, como feriados nacionais, o início e o fim do Ramadão e outros feriados muçulmanos.

Ao invés da maior parte dos países que seguem o calendário gregoriano, a Etiópia tem um calendário próprio, designado por Ge'ez, e próximo do calendário Juliano. A contagem do tempo é diferente, existindo no Ge'ez um "atraso" de 7 ou 8 anos face ao calendário Gregoriano. Em Setembro de 2012 a Etiópia iniciou o ano 2005 do calendário Ge'ez. O regime horário também é diferente, visto que os etíopes contam a hora a partir da aurora.

Embaixada de Portugal em Adis Abeba
- Endereço: MAG International Building, 4º, Kebele 14, House number (NEW), between Ambassa Garage and ELPA, on the way to Gerji, Adis Ababa, P.O. BOX 438 / 1110;
- Telefones: 00 251 116290445 / 116290871;
- Fax: 00 251 116290858;
- Correio electrónico: embportaddis@gmail.com;
- Horário de funcionamento: de 2ª a 6ª, das 09h00 às 12h00 e das 13h00 às 17h00.

Endereços das representações consulares portuguesas (postos e secções consulares) no estrangeiro: http://www.portaldascomunidades.mne.pt/

Representações estrangeiras (diplomáticas e consulares) em Portugal:
http://www.mne.gov.pt/mne/pt/ministerio/CorpoDiplomatico/

 

 

 

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail