Última atualização: 2019-11-12

Nota importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, funcionam apenas como indicações e conselhos, e são suscetíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizados pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.

 

 AVISO (12-11-2019)

A situação de grande instabilidade social que se vive no Chile desde o dia 18 de Outubro tem vindo a atenuar-se gradualmente. O estado de emergência e o recolher obrigatório decretados em várias cidades e regiões do país foram levantados.

Contudo, verificam-se  ainda frequentes manifestações e protestos, por vezes sem aviso prévio, que grupos minoritários têm aproveitado para pontualmente originar violência, com pilhagens de lojas, barricadas em ruas e em estradas, incêndios, ou tentativa de incêndio, de lojas, edifícios públicos, estações de metro, de património histórico do país etc. As forças de segurança utilizam canhões de água e gás lacrimogéneo para dispersar os manifestantes e, nalguns casos, disparos com chumbos ou balas de borracha.

Recomenda-se a todos os viajantes que se desloquem ao Chile ou cidadãos portugueses que se encontrem neste país que tenham grande precaução e evitem ajuntamentos e manifestações e se possível deslocações ao centro das cidades, especialmente em Santiago, a partir da tarde. Devem manter-se informados através de canais fidedignos, incluindo o facebook da Embaixada, e observar as instruções das autoridades.

 

 

  • Partilhe