Portal das Comunidades Portuguesas

Ministério dos Negócios Estrangeiros

Azerbeijão

 

Última atualização: 2016-03-14

 

Nota importante

As presentes informações não têm natureza vinculativa, pretendem ser, tão-somente, indicações e conselhos e são passíveis de alteração a qualquer momento. Nem o Estado Português, nem as representações diplomáticas e consulares, poderão ser responsabilizadas pelos danos ou prejuízos em pessoas e/ou bens daí advenientes.

 

Informação geral

Clima

Húmido e ventoso. Invernos relativamente amenos mas com ventos bastante violentos. Verão muito quente em Bacu (40 º, em Junho e Julho). Nas montanhas os Invernos são rigorosos.

Línguas

Azeri. Língua Russa é falada em Baku por grande parte da população.

Moeda local / Sistema Bancário

Moeda local: Manat (AZN)

Todos os pagamentos se efetuam em AZN. Contudo, USD e EUR poderão ser usados e trocados pela moeda local.

Os cartões de crédito ou traveller cheques raramente são aceites como forma de pagamento.

Aconselha-se que não transporte consigo uma grande quantia em dinheiro.

 

Regime de entrada e estada

É necessário visto de entrada e de saída. Visto deverá ser solicitado pelo menos um mês antes da data da viagem.
Para estadias superiores a 10 dias deverá efetuar o registo numa esquadra da polícia; os hotéis normalmente fornecem este serviço aos clientes.


Condições de segurança

Desaconselha-se qualquer deslocação à região de Nagorno-Karabakh e às zonas adjacentes. Têm-se registado violações do cessar-fogo e incidentes na fronteira Arménia - Azerbaijão e na Linha-de-Contacto, causando por vezes vítimas mortais.
Será impedida a entrada no Azerbaijão a qualquer pessoa que tenha visitado o Nagorno-Karabakh sem previa autorização das autoridades azeris.

Deverão igualmente ser evitadas as zonas de fronteira com a Arménia na República Autónoma de Nakhchivan, com a Rússia (perto da região russa do Daguestão).

Existe risco de ataques terroristas, os quais podem acontecer indiscriminadamente e contra alvos civis (último ocorreu em 2009).

A situação política no país é relativamente calma, com níveis de criminalidade reduzidos. Todavia, não pode ser afastada a possibilidade de ocorrência de assaltos, devendo manter-se particularmente vigilante à noite em locais públicos, incluindo zonas turísticas. Deverá guardar o passaporte no cofre seguro do hotel e estar munido da respetiva cópia.

O Azerbaijão encontra-se numa zona de atividade sísmica.

Números úteis:
Polícia – 102
Urgência – 103 (ambulância)
Bombeiros - 101


Transportes

Infraestrutura rodoviária – Circulação livre com exceção das regiões vizinhas ao Nagorno-Karabakh e no Norte do Cáucaso, perto da fronteira com o Daguestão. A zona de fronteira com o Irão está mal sinalizada. A fronteira internacional com a Geórgia encontra-se aberta mas a entrada de veículos privados está sujeita a uma regulamentação severa (pagamento de uma taxa que pode variar na fronteira).
As regras de condução básicas nem sempre são respeitadas. Em caso de acidente, os procedimentos legais serão morosos; o seguro é obrigatório mas simbólico, pelo que a apólice poderá não cobrir o sinistro.

Evitar circular durante a noite.

Infraestrutura ferroviária : apesar de antiquada é muito utilizada, sendo os horários sujeitos a variações. Se tiver que viajar de comboio nunca largue os seus bens e tranque a porta do compartimento por dentro.
Infraestrutura aérea:  Nos voos domésticos nem sempre são observadas as regras internacionais da aviação civil.

 

 

Cuidados de saúde

A água não é potável no Azerbaijão, sendo o consumo de água engarrafada, fechada, imperativo. Os grandes hotéis internacionais dispõem de sistemas de filtragem eficazes.
Nos meses de verão, registam-se alguns casos de malária em certas regiões, mas não na capital. Podem verificar-se casos de gastroenterites, pois a fiabilidade dos controlos sanitários sobre a carne e produtos frescos importados (da Turquia, Rússia e Dubai) é aleatória.
Deverá consultar o seu médico antes de viajar, sendo aconselhável a realização de um seguro de saúde que cubra todas as despesas médicas, incluindo o repatriamento explicitamente do Azerbaijão.

Em Bacu, as clínicas estrangeiras encontram-se bem equipadas e dispõem da maior parte dos medicamentos necessários mas são muito dispendiosas (de 50 a 250 USD por consulta).

Números úteis:

Central Customs Hospital

Kazim Kazimzade str. 118.

AZ 1065, Baku

Tel: +994 12 537 01 82/83/84/85

Website: http://customshospital.az

International SOS

Yusif Safarov Street 1, - Khatai District

Tel : +994 12 4937 354

Fax : +994 12 4939 644

Website : http://www.internationalsos.com

MediClub

Uzeir Hajibayov str. 45

Tel : +994 12 497 09 11, +994 12 497 09 12

Fax : +994 12 498 70 96

Website: http://www.mediclub.az/en/contacts

 


Telecomunicações

Boa rede telefónica, seja fixa ou móvel.

 

Informações úteis

O consumo, detenção e transporte de drogas é severamente punido com penas pesadas de prisão. Deverá manter-se vigilante a qualquer pedido de transporte de embrulhos devido ao elevado risco de tráfico dessas mesmas drogas.
Recomenda-se bom senso aos que porventura pretendam fotografar determinados locais mais sensíveis, como bases militares, equipamentos e instalações públicas.


Notas:
A Embaixada de Portugal em Ankara, Turquia, acompanha os assuntos do Azerbaijão. Portugal tem atualmente Encarregado de Negócios ad ínterim, residente no país.


Endereços das representações consulares portuguesas (postos e secções consulares) no estrangeiro:
- http://www.portaldascomunidades.mne.pt
Endereços das representações estrangeiras (diplomáticas e consulares) em Portugal:
- http://www.mne.gov.pt/mne/pt/ministerio/CorpoDiplomatico/

Na ausência duma secção consular de Portugal (já que Portugal não dispõe de Embaixada Residente em Bacu) é a França quem localmente representa Portugal para efeitos de emissão de vistos Schengen.

 



 

 

Partilhar:
FacebookTwitterGoogle +E-mail